SECOM GUIA CIDADAO2
Alagoas, Quarta, 29 de Março de 2017
  • Enviar e-mail
  • Facebook

Lava Jato: Braskem anuncia que pagará multa de R$ 3,1 bilhões em acordo de “delação empresarial”

Publicado em 15 de Dezembro de 2016

A Braskem, braço petroquímico da Odebrecht com duas plantas em Alagoas, anunciou nesta quarta-feira em seu site que celebrou um “Acordo de Leniência” (espécie de delação premiada para empresas) com os procuradores da Operação Lava Jato em que se compromete a pagar R$ 3,1 bilhões.

Acusada de ter pago propina a políticos e executivos da Petrobras, o acordo foi comunicado oficialmente no site da empresa pelo diretor Financeiro e de Relações com Investidores, Pedro van Langendonck Teixeira de Freitas, que detalhou que a Braskem pagará $ 1,6 bilhão à vista após a assinatura do acordo - e o saldo de aproximadamente R$ 1,5 bilhão em seis parcelas anuais, a partir de janeiro de 2018, reajustadas pela variação do IPCA.

Além da multa, o acordo estipula que a empresa continue colaborando com as autoridades e se submeta a controles externos. “Como fruto dos acordos, a companhia seguirá cooperando com as autoridades competentes e implementando as melhorias no seu sistema de conformidade, devendo também se submeter a monitoramento externo”, diz o diretor financeiro da Braskem, Pedro van Langendonck Teixeira de Freitas, no comunicado desta quarta.

Como senadores e deputados alagoanos estão citados na Lava Jato, resta saber o impacto que as delações do grupo terão sobre os políticos do Estado

O acordo faz uma parte de uma negociação em conjunto da Odebrecht com autoridades do Brasil, Estados Unidos e Suíça – e o Brasil deve ficar com 70% do valor da multa.

Acesse íntegra do comunicado da Braskem no site da empresa aqui.



  • Ideias
  • Agenda A ideias é um espaço plural discussão de temas comprometidos com a melhoria do ambiente de negócios e da qualidade de vida dos alagoanos.

  •  
  • Turismo
  • Vídeos

© AGENDA A 2013. All rights reserved