Ipioca é cenário das primeiras cenas gravadas de “Deus Ainda é Brasileiro”, do diretor Cacá Diegues

Redação 7 de novembro de 2022

“Deus Ainda é Brasileiro” tem primeiras cenas gravadas em Ipioca na manhã desta segunda

Nesta segunda-feira, “Deus” iniciou a semana trabalhando na Praia de Ipioca.
No caso, o personagem “Deus”, interpretado pelo ator Antônio Fagundes, no início das filmagens de “Deus Ainda é Brasileiro”, de Cacá Diegues, cujas primeiras cenas começaram a ser filmadas nesta segunda (7) nas imediações do Ipioca Beach Resort, onde boa parte da equipe está hospedada.
Produzido por Paula Barreto (filha do cineasta Luiz Carlos Barreto), o novo longa de Cacá Diegues contou com um aporte de R$ 6 milhões do Governo do Estado de Alagoas com a condição de ser ambientado em Alagoas e empregar boa parte da equipe do próprio Estado.
Segundo a produção informou a AGENDA A, cerca de 80 profissionais participaram do início da gravação que, além da Praia de Ipioca, terá como locações o Parque Municipal de Maceió, prédios históricos como o da Associação Comercial, no bairro do Jaraguá, e localidades do Sertão do Estado, como a cidade de Piranhas.
Além de Antônio Fagundes novamente no papel de “Deus”, o filme conta com as atrizes alagoanas Ivana Iza, como Madá, e Laila Vieira, como Linda, a protagonista da história.
Rodado vinte anos após a estreia de Deus é Brasileiro, que lançou então nacionalmente o ator Wagner Moura, o diretor Cacá Diegues disse que enxerga o filme não como uma continuação, mas como um “spin-off”, já que abordaria “outro momento da nossa história em que Deus retorna ao Brasil para tentar recuperar a esperança na humanidade.
“Deus ainda é Brasileiro” será o 20º filme do alagoano Cacá Diegues que completou 82 anos este ano – que, desde agosto de 2018, foi eleito um dos imortais pela Academia Brasileira de Letras.