Grupo hoteleiro alagoano premiado prepara chegada à Serra Gaúcha; saiba mais aqui

Rodrigo 2 de março de 2023

Os sócios Eduardo e André Tavares e perspectiva do “DoubleTree by Hilton Canela”: hotelaria alagoana chega à Serra Gaúcha

 

O padrão de gestão e profissionalização alcançado pela hotelaria alagoana nos últimos anos começa a marcar presença em outros mercados competitivos do turismo nacional.

Esse é o caso, por exemplo, do grupo Sotel Hotelaria, já conhecido em Alagoas pelo Best Western Premier (antigo Radisson, na Pajuçara, apontado por mais de uma vez no site de viagens TripAdvisor entre os 20 melhores hotéis do país em atendimento), que prepara a abertura do seu primeiro hotel fora do Estado na cidade de Canela, vizinha a Gramado, na Serra Gaúcha.

Localizado num terreno cercado de araucárias a 800 metros da entrada da área central de Canela (na estrada de acesso ao Parque Estadual do Caracol, uma das atrações da cidade), o novo DoubleTree by Hilton Canela terá 119 quartos e previsão de abertura em outubro de 2024.

De acordo com Eduardo Tavares, sócio à frente da Sotel Hotelaria com formação na Rosen College of Hospitality Management na cidade norte-americano de Orlando, na Flórida (considerada uma das 10 melhores escolas de gestão hoteleira do mundo), a decisão de expandir a operação surgiu logo após a crise gerada no pós-pandemia. 

“Diante de tudo o que aconteceu, concluímos que ou iríamos reavaliar nossa presença no setor ou seguiríamos em frente lutando em busca de novas oportunidades”, diz Tavares. “E como já tínhamos uma presença e uma trajetória consolidada em nosso Estado, identificamos uma oportunidade de expandir essa experiência em um projeto na Serra Gaúcha”.    

Para isso, o grupo contou não apenas com suporte de parte da equipe de Alagoas, como também envolveu consultores internacionais do grupo Atlântica (que faz a gestão no Brasil da bandeira DoubleTree by Hilton) e um time de profissionais recrutados na própria cidade de Canela, como o arquiteto Rafael Manzoni, responsável pelo projeto e ambientação regional do hotel que busca se integrar à floresta de araucárias da região.     

“Sabemos que estamos desembarcando em um mercado competitivo, mas temos grande orgulho de poder mostrar que o padrão da hotelaria alagoana, que inclui outros grupos e bandeiras fortes locais, podem competir com qualquer outro grande grupo hoteleiro do país”, diz Tavares.